Paulo Felicíssimo

Já enviou 215 Definições.

215. Novas nomenclaturas pioradas

Virou moda no Brasil achar que mudando o nome de um órgão ou concessionária de serviço público, esta instituição será renovada e melhorada. Ledo engano, mesmo porque o hábito não faz o monge e principalmente porque os nomes mudados são sempre piores que os anteriores e muitas vezes mais longos e difíceis de guardar, indo contra o princípio linguístico de que a melhor linguagem é aquela que expressa uma idéia com o menor número de vocábulos. Outro absurdo muito corrente é mudar o nome singelo de um ministério, pelo nome desse mesmo ministério acrescido dos nomes de outros departamentos do mesmo, que obviamente já estariam implícitos no nome geral anterior, pela sua própria natureza.É coisa de gente que não tem o que fazer e acha que mudar nomes - para pior - é, em si, uma reforma.

214. Tensão pré-menstrual

Período de seu ciclo sexual (cio) , mais conhecida pela abreviatura TPM, anterior à menstruação, em que algumas mulheres, na verdade uma minoria delas, ficam irritadas, ansiosas e tensas.

213. Caso de polícia

Convencionou-se chamar-se de caso de polícia, tudo aquilo que clama por uma solução drástica, radical e rápida para restabelecer sua normalidade, tal a gravidade do que foi instituído ou que se pretende instituir.

212. Ignorância enciclopédica

É a ignorância básica do nosso povo. Consultando as observações feitas por brasileiros sobre os vídeos do Youtube, constata-se facilmente que 99,9% dos comentários, feitos por gente de todos os níveis, são feitas em uma linguagem absurdamente errada, gente que, numa frase de 20 palavras, consegue cometer pelo menos 15 erros de português, erros de todos os tipos, desde falta de concordância, até erros crassos de grafia, pontuação, acentuação, etc. Não há nada que se possa esperar de um país habitado por gente desse nível intelectual, infelizmente.

211. A maioridade penal aos 14 anos

já deveria ter sido criada há muito tempo no Brasil. Não há que se falar, erradamente, que uma pessoa dessa idade não tem discernimento para distinguir o certo do errado, quando todos os psicólogos de cachorros e outros animais domésticos e todos aqueles que tem animais que convivem com os homens, sabem perfeitamente que mesmo as filhotes desses animais têm pleno discernimento do que é certo e errado e inclusive fazem fisionomias que demonstram claramente seus complexos de culpa quando são pegos praticando tais atos.

210. Religião

É uma das coisas mais malévolas e perversas que o homem criou em toda a sua história, sendo tranquilamente responsáveis por 90% de todos os morticínios e genocídios produzidos no mundo. Os restantes 10% o foram por terremotos, vulcões, tsunamis e incêndios. Com seus dogmas absurdos, espirito anti-cientifico, atraso intelectual, fanatismo obliterante e cego, que impossibilita seus praticantes de enxergarem um palmo diante do próprio nariz, foram causadores dos maiores conflitos bélicos ocorridos por milênios em nosso planeta, desde o princípio das civilizações. Como todos os historiadores, incluo no meio delas, por terem exatamente as mesmas características, as doutrinas políticas totalitárias do tipo comunismo, fascismo, nazismo, anarquismo, etc, etc., todas elas movidas pelo mesmo tipo de fanatismo religioso que vê mas não enxerga. Todos os seus seguidores não conhecem um mínimo de história e ciência para terem a exata noção do absurdo que praticam.

209. Mineradora

é a coisa mais triste que pode acontecer a um Estado no Brasil. A pretexto de extraírem minérios de vários tipos, mas por absoluta falta de qualquer preocupação ambiental, acabam com as nascentes, promovem desastres ecológicos irreparáveis, transformando as áreas mineradas em verdadeiros desertos, semelhantes em tudo as paisagens do planeta Marte e nunca ou quase nunca se preocupam em recuperar essas áreas, no que ainda possuem de reparáveis, como acontece no primeiro mundo, quando as recuperações são tão bem feitas, que as áreas mineradas ficam até melhores do que eram antes. Os lucros que dão ao Estado são infinitamente menores que a destruição que propiciam.

208. Politicamente incorreto

A arte de definir como incorreto aquilo que, na verdade, é o politicamente correto.

207. Burocracia

É a arte de inventar procedimentos inócuos e irritantes com o objetivo de dificultar a realização de tarefas relativamente simples, com o intuito, consciente, ou não, de propiciar o pagamento de propinas para a sua realização, enfim criar dificuldades para obter facilidades, ou seja, implantar um regime de corrupção no Estado.

206. Regiões metropolitanas do brasil

São regiões compostas por metrópoles brasileiras que não couberam dentro de si mesmas e se espraiaram, sem solução de continuidade, sobre seus municípios adjacentes e contíguos, criando um enorme aglomerado interdependente. As 10 maiores regiões metropolitanas do Brasil, segundo o IBGE, pelo tamanho de suas populações, são as seguintes:
1) Grande São Paulo, SP - 21.242.939 habitantes
2) Grande Rio de Janeiro, RJ - 12.330.186 habitantes
3) Grande Belo Horizonte, MG - 5.873.841 habitantes
4) Grande Brasília, DF - 4.291.577 habitantes
5) Grande Porto Alegre, RS - 4.276.475 habitantes
6) Grande Fortaleza, CE - 4.019.213 habitantes
7) Grande Salvador, BA - 3.984.583 habitantes
8) Grande Recife, PE - 3.940.456 habitantes
9) Grande Curitiba, Pr - 3.537.894 habitantes
10) Grande Campinas, SP - 3.131.528 habitantes

205. Aristocracia

É o governo da meritocracia dos mais aptos e mais capacitados.

204. Poluidores ambientais

São todos aqueles que contribuem para a deteriorização e destruição do equilíbrio ecológico do planeta, permitindo a carbonização do ar, o envenenamentos dos oceanos e rios, a destruição de nascentes (principalmente pelas mineradoras) e a destruição da camada de ozônio ( que levou 600.000.000 de anos para ser criada e está sendo destruía há cem ), tornando o nosso planeta cada vez mais inóspito ao desenvolvimento e conservação da vida, com o clima totalmente alterado, violento e instável, com péssimas perspectivas para a nossa sobrevivência e de nossos irmãos animais.

203. Jazigo perpétuo

Uma sepultura comprada em cemitério público com o título perpétuo, já comprada totalmente remida e, portanto, impossível de ser taxada, a qualquer título, para o resto de sua existência. Não existem termos aleatórios na lei. O perpétuo dessas sepulturas é perpétuo mesmo, por razões escandalosamente óbvias. Os agentes públicos que, a pretexto de desmanchá-las, pelo não pagamento de quaisquer taxas, estão incursos na penas do Art. 210 do Código Penal Brasileiro, combinado com artigo 212 desse mesmo Código.

202. Ignomínia

Desonra, opróbrio, infâmia, baderna, desordem.

201. Epsilon eridani

É uma estrela do tipo espectral K2V, o mesmo da Alpha Centauri B, situada a 9,46 graus ao sul do Equador Celeste, que lhe possibilita ser vista em todo o hemisfério sul e até o paralelo 80 do hemisfério norte. É a decima terceira estrela mais próxima do sistema solar a 10,5 anos luz ou 3,22 parsecs. É muito jovem, tendo por volta de 800 milhões de anos contra os 4 bilhões e 600 milhões de anos do nosso Sol, razão porque terá uma sobrevida muito maior que a nossa estrela, e, não só por conta dessa idade, mas porque tem somente 82% da massa e 73% do raio do Sol ( quanto menor uma estrela maior a sua longevidade - as estrelas anãs duram trilhões de anos ). Tem também apenas 34% da luminosidade da nossa estrela. Ela possui um cinturão de asteróides situado a 3 UA de seu centro, equivalente à mesma distância do cinturão de asteróides do sistema solar, onde se situam Vesta e o nosso planeta-anão Ceres (entre Marte e Júpiter), Na distância média entre 3,38 UA e 3,50 UA, possui um planeta, já denominado Aegir, com o tamanho equivalente a 1,5 do tamanho de Júpiter. Bem mais externamente, a 20 UA, equivalente à distância de Urano ao Sol, possui outro cinturão de asteróides, com um planeta menor no meio deles, com um tamanho equivalente a um décimo do planeta Júpiter, mas que não foi ainda totalmente confirmado.


15 páginas - 215 Definições

Dicionário inFormal - Dicionário online de Português