Classificação morfossintática

Madeira é um Verbo, presente do indicativo 3a pessoa singular de madeirar;
Madeira é um Verbo, imperativo 2a pessoa singular de madeirar;
Madeira é um Substantivo, masculino singular ;
Madeira é um Substantivo, feminino singular ;
Madeira é um Substantivo próprio, feminino singular ;

[Geogr.]- Madeira é o nome de um rio da bacia amazônica, com 1.450 km.de extensão. Nasce da junção dos rios Ma-
moré e Guaporé, recebendo o nome de Madeira, até desa-
guar na margem direita do Amazonas. Tem um trecho na-
vegável de mil quilômetros, da sua foz até a cidade de Por-
to Velho, onde tem seu principal porto. Tem largura supe-
rior à um quilômetro, abriga muitas ilhas e pode apresentar
bancos de areia, no período de estiagem.

O rio Madeira é uma hidrovia de carga e existem planos
para a construção de duas grandes hidrelétricas em seu
curso: a de Jirau e a de Santo Antonio ( em fase de licita-
ção).
  


S.f 1. tecido constituído especialmente por celulose e lignina, formado pelo desenvolvimento do xilema secundário dos caules, ramos e raízes de árvores e arbustos; lenho;
2. [por metáfora] esse tecido, retirado dos troncos e ramos principais das árvores, seco e cortado, usado especialmente como material de construção e combustível; madeiro,lenho;
3. [por extensão] [Brasil, informal] árvore (‘vegetal lenhoso');
4. [Norte do Brasil] entre os seringueiros, a árvore da borracha;
5. [Norte do Brasil] floresta, mata;
6. [Brasil] guitarra; viola;
7. [Brasil RJ] (informal) bengala, bordão, cajado;
8. madeiras s.f pl.[MÚS] numa orquestra, os instrumentos de sopro feitos de madeira;
9. madeira agatizada [GEOL] variedade de madeira fossilizada, com estrutura semelhante à da ágata;
10. madeira aglomerada [MATER] m.q. AGLOMERADO;
11. madeira branda - madeira de baixa densidade, de fácil corte, pouco resistente ao desgaste (p.ex., pinho, cedro);
12. madeira bruta ou em bruto - madeira em toros;
13. madeira compensada MATER] [Brasil] m.q. COMPENSADO;
14. madeira de lei - madeira resistente à ação do tempo, ao clima, às intempéries;
15. madeira dura - madeira de alta densidade, de difícil corte, resistente ao desgaste (p.ex., peroba, ipê);
16. madeira fossilizada [GEOL] material formado pela si-licificação da madeira, geralmente em forma de opala ou calcedónia, de tal modo que se preserva a forma original e a estrutura da mesma; xilólito;
17. madeira maciça - madeira natural, cuja única transformação foi o desdobramento do toro;
18. madeira verde - madeira recém-cortada, com alto teor de humidade;
19. bater na madeira [informal] repelir mau agouro; tocar na madeira, isolar;
20. tocar na madeira [informal] m.q. BATER NA MADEIRA;
ETIM lat. materia,ae 'matéria, madeira de construção, assunto, objecto';
21. [outra aceção] s.m. vinho fabricado na ilha da Madeira (Portugal);
ETIM top. Madeira tornado subst.com.
22. [outra aceção] Arquipélago português situado no Atlântico N., a c. 1 000 km do SO. de Portugal e a 800 km da costa africana. Localiza-se entre os 30° e 33° N. e os 15° e 17° O., e é composto pela Ilha da Madeira (739 km2) e pela Ilha de Porto Santo (40 km2), além das Desertas, pequenas ilhas rochosas e desabitadas a SE. da Ilha da Madeira (15 km2) e das Selvagens (2 km2), igualmente desabitadas e bastante mais a S., o que representa uma superfície total de 796 km2 para uma população total de 263 306 h (1991), dos quais 258 305 na Ilha da Madeira e apenas 5001 na de Porto Santo, o que representa uma densidade populacional de 331 h/km2, bastante superior à média nacional (107 h/km2) e à das ilhas dos Açores (103 h/km2).
As ilhas são de origem vulcânica, embora Porto Santo apresente extensos afloramentos calcários, mais raros na Ilha de Madeira. Na ilha mais extensa destaca-se o seu relevo muito acidentado e vales profundamente entalhados, e como pontos máximos o Pico Ruivo (1862 m) e o Pico do Areeiro (1818 m). Descendo em altitude encontra-se uma área planáltica a c. 1400 m, que separa as duas encostas, sendo a do N. mais côncava e terminando em arribas, e a do S. mais convexa e suave. Na ilha predominam os matérias eruptivos (enquanto as lavas de origem basáltica têm menor presença). Subsistem ainda algumas cra-teras bem conservadas (Santo da Serra), ou bastante erodidas (Arco da Calheta e Arco de S. Jorge). A NO. do Funchal sobressai o Curral das Freiras, profunda depressão rodeada por montes de 1700 m de altitude. No litoral intervalam-se as altas arribas com o término das ribeiras, embora na área do Funchal e do Machico as vertentes sejam mais suaves. Por sua vez, na vizinha Ilha de Porto Santo predominam as superfícies planas, sendo a altitude máxima atingida aos 517 m (Pico do Facho). Em relação ao clima, este regista a influência da presença das altas pressões subtropicais e da frequência dos ventos alíseos. No Funchal a temperatura média anual ronda os 18,7°C, com máximas em Agosto ( 22 °C) e mínimas em Feverei¬ro (15 °C), o que indica uma fraca amplitude térmica, ou seja, um clima agradável. As precipitações rondam os 640 mm anuais no Funchal, mas ultrapassam os 1000 mm na vertente N. e os 2000 mm no Pico do Areeiro. Em Porto Santo a precipitação não supera os 500 mm anuais.
Em termos económicos prevalece no arquipélago a importância da agricultura e do turismo, este de desenvolvimento mais recente. O relevo acidentado obrigou à prática da agricultura em socalcos, ou poios, representando a área agrícola 30% da superfície total. Nas terras baixas predomina a produção de banana e cana-de-açúcar, além de uma série de frutos tropicais (anona, abacate, papaia, etc.) e mediterrânicos (figos, nêsperas, castanhas), mantendo-se estes até aos 600 m de altitude. Entre os 200 e 600 m sucede-se a vinha e posteriormente os cereais, que por sua vez dão lugar às matas e pastagens. A diferença de clima entre as duas vertentes impede o cultivo de espécies tropicais a N., e faz baixar, também a N., os limites inferiores das sucessivas culturas.
A atividade industrial distribui-se pelos têxteis, indústrias alimentares, de bebidas, químicas, de macieira, material elétrico, etc., embora o turismo seja a principal fonte de rendimento, especialmente no Funchal e Machico, e na Ilha de Porto Santo, dinamizando os setores comerciais e de serviços dos principais aglomerados populacionais, dos quais se destaca a cidade do Funchal, que na sua área envolvente atinge c. 150 000 h.
A origem do nome deve-se ao fato de, quando foi descoberta, os navegadores encontraram-na totalmente coberta de frondosas árvores.




Os turistas de todo o mundo, que visitam a Madeira, consideram-na uma verdadeira pérola do Atlântico.
  


Pênis.
Pinto, pau.

Kallie revirou os olhos quando empurrei a madeira em sua toba!!
  

Diz-se da pessoa que dirige ou manobra sem muita destreza, ou que cometeu alguma barbeiragem.

Fulano está estacionando o carro e então bate no para-choque do veículo parado logo atrás. Beltrano diz:
- É um madeira, mesmo!
Ou simplesmente:
- Madeiraaa!!!!
  


Outras informações sobre Madeira:

Palavras com 7 Letras
A Palavra Madeira pode ser um palavrão/ofensiva
A Palavra Madeira pode ser uma gíria/informal/sigla
A Palavra Madeira possui 7 Letras
A Palavra Madeira possui 4 vogais - a ei a
A Palavra Madeira possui 3 consoantes - m d r
A Palavra Madeira ao contrário: Ariedam
Busca reversa Onomasiológica por Madeira

1 página - 4 Definições