Classificação morfossintática

Armadura é um Substantivo, feminino singular ;

Armadura é uma proteção que guerreiros de outras eras usavam para se defender de ataques de seus inimigos. Essas armaduras eram geralmente feitas de metal como ferro, cobre entre outros.

Não morri por que estava usando uma armadura.
  


ARMADURA é o nome que se dá aos acidentes colocados ao lado da clave na pauta musical, indicando que as notas correspondentes à localização na pauta onde a armadura foi escrita, devem ser tocadas de maneira consistente um semitom acima ou abaixo de seu valor natural, (por exemplo, as notas brancas do piano) conforme se usem sustenidos ou bemóis, respectivamente, na armadura . A armadura geralmente é escrita imediatamente após a clave no início da pauta musical embora possa aparecer em outro local da partitura, especialmente após um compasso iniciado por uma barra dupla. O plural de ARMADURA é ARMADURAS.

Relação entre a armadura e a tonalidade

A armadura da clave e a tonalidade são objetos diferentes: a armadura da clave é tão somente um recurso de notação. Ela é conveniente, principalmente para a música diatônica ou tonal. Algumas peças que mudam a tonalidade (modulam) inserem uma nova armadura na pauta enquanto que outras usam acidentes: sinais de bequadro para neutralizar a armadura e outros sustenidos e bemóis para a nova tonalidade.

Para um dado modo a armadura define a escala diatônica que a obra musical usa. A maioria das escalas necessitam que algumas notas sejam consistentemente modificadas por sustenidos ou bemóis. Por exemplo na tonalidade de Sol Maior a nota que define o tom é o Fá Sustenido. Portanto a armadura associada à tonalidade de Sol Maior é a armadura com um sustenido. No entanto, o fato de se ter uma armadura com um sustenido não garante que a tonalidade da obra seja Sol Maior. Muitos outros fatores determinam a tonalidade de uma peça. Isto é particularmente certo com relação aos tons menores. A famosa Tocata e Fuga em Ré Menor, BWV 538 (Tocata e Fuga Dórica) de Bach, é assim chamada porque, embora seja em Ré Menor, não possui armadura, implicando que é em Ré Dórico. No lugar da armadura, as notas Sis Bemóis necessárias para a tonalidade de Ré Menor são escritas com acidentes tantos vezes quantas forem necessárias necessários.

Duas tonalidades que compartilham a mesma armadura são chamadas de tonalidades relativas.

Duas tonalidades que utilizam números de dois a quatro algarismos dessas 70523416s e dessas 61432507s são chamadas de tonalidades seqüenciais e/ou próximas, por exemplo: 23, 234, 2341 (números pertencentes a uma 70523416), 32, 432, 1432 (números pertencentes a uma 61432507).

Quando os modos tais como o lídio e o dórico são escritos utilizando as armaduras eles são chamados de modos transpostos.

70523416s são aquelas seqüências de oito tonalidades que vão dos 7Fs (Dós Bemóis Maiores ou Lás Bemóis Menores) aos 6Ss (Fás Sustenidos Maiores ou Rés Sustenidos Menores). Aí está uma lista dessas oito tonalidades:

7Fs: Dós Bemóis Maiores ou Lás Bemóis Menores;
0As: Dós Maiores ou Lás Menores;
5Fs: Rés Bemóis Maiores ou Sis Bemóis Menores;
2Ss: Rés Maiores ou Sis Menores;
3Fs: Mis Bemóis Maiores ou Dós Menores;
4Ss: Mis Maiores ou Dós Sustenidos Menores;
1Fs: Fás Maiores ou Rés Menores;
6Ss: Fás Sustenidos Maiores ou Rés Sustenidos Menores.

61432507s são aquelas seqüências de oito tonalidades que vão dos 6Fs (Sóis Bemóis Maiores ou Mis Bemóis Menores) aos 7Ss (Dós Sustenidos Maiores ou Lás Sustenidos Menores). Aí está uma lista dessas oito tonalidades:

6Fs: Sóis Bemóis Maiores ou Mis Bemóis Menores;
1Ss: Sóis Maiores ou Mis Menores;
4Fs: Lás Bemóis Maiores ou Fás Menores;
3Ss: Lás Maiores ou Fás Sustenidos Menores;
2Fs: Sis Bemóis Maiores ou Sóis Menores;
5Ss: Sis Maiores ou Sóis Sustenidos Menores;
0As: Dós Maiores ou Lás Menores;
7Ss: Dós Sustenidos Maiores ou Lás Sustenidos Menores.

A única tonalidade (ou armadura) a qual se encontra nestas duas seqüências é o Dó Maior ou o Lá Menor.

Uma lista destas tonalidades duma 70523416 Feminina:

7Fs Femininos;
0As Femininos;
5Fs Femininos;
2Ss Femininos;
3Fs Femininos;
4Ss Femininos;
1Fs Femininos;
6Ss Femininos.

Uma lista destas tonalidades duma 61432507 Feminina:

6Fs Femininos;
1Ss Femininos;
4Fs Femininos;
3Ss Femininos;
2Fs Femininos;
5Ss Femininos;
0As Femininos;
7Ss Femininos.

Uma lista destas tonalidades duma 70523416 Masculina:

7Fs Masculinos;
0As Masculinos;
5Fs Masculinos;
2Ss Masculinos;
3Fs Masculinos;
4Ss Masculinos;
1Fs Masculinos;
6Ss Masculinos.

Uma lista destas tonalidades duma 61432507 Masculina:

6Fs Masculinos;
1Ss Masculinos;
4Fs Masculinos;
3Ss Masculinos;
2Fs Masculinos;
5Ss Masculinos;
0As Masculinos;
7Ss Masculinos.

Músicas com armaduras enarmônicas numa 70523416:

1) 70, 05, 52 e 16;
2) 705, 052, 523 e 416;
3) 7052, 0523, 5234 e 3416.

Músicas com armaduras enarmônicas numa 61432507:

1) 61, 25, 50 e 07;
2) 614, 325, 250 e 507;
3) 6143, 4325, 3250 e 2507.
  


ARMADURA é o nome que se dá aos acidentes colocados ao lado da clave na pauta musical, indicando que as notas correspondentes à localização na pauta onde a armadura foi escrita, devem ser tocadas de maneira consistente um semitom acima ou abaixo de seu valor natural, (por exemplo, as notas brancas do piano) conforme se usem sustenidos ou bemóis, respectivamente, na armadura . A armadura geralmente é escrita imediatamente após a claveno início da pauta musical embora possa aparecer em outro local da partitura, especialmente após um compasso iniciado por uma barra dupla. O plural de ARMADURA é ARMADURAS.

Relação entre a armadura e a tonalidade

A armadura da clave e a tonalidade são objetos diferentes: a armadura da clave é tão somente um recurso de notação. Ela é conveniente, principalmente para a música diatônica ou tonal. Algumas peças que mudam a tonalidade (modulam) inserem uma nova armadura na pauta enquanto que outras usam acidentes: sinais de bequadro para neutralizar a armadura e outros sustenidos e bemóis para a nova tonalidade.

Para um dado modo a armadura define a escala diatônica que a obra musical usa. A maioria das escalas necessitam que algumas notas sejam consistentemente modificadas por sustenidos ou bemóis. Por exemplo na tonalidade de Sol Maior a nota que define o tom é o Fá Sustenido. Portanto a armadura associada à tonalidade de Sol Maior é a armadura com um sustenido. No entanto, o fato de se ter uma armadura com um sustenido não garante que a tonalidade da obra seja Sóis Maiores. Muitos outros fatores determinam a tonalidade de uma peça. Isto é particularmente certo com relação aos tons menores. A famosa Tocata e Fuga em Ré Menor, BWV 538 (Tocata e Fuga Dórica) de Bach, é assim chamada porque, embora seja em Ré menor, não possui armadura, implicando que é em Ré Dórico. No lugar da armadura, as notas Sis Bemóis necessárias para a tonalidade de Ré Menor são escritas com acidentes tantos vezes quantas forem necessárias necessários.

Duas tonalidades que compartilham a mesma armadura são chamadas de tonalidades relativas.

Duas tonalidades que utilizam números de dois a quaro algarismos dessas 7052-3416s e dessas 6143-2507s são chamadas de tonalidades seqüenciais e/ou próximas, por exemplo: 23, 234, 2341 (números pertencentes a uma 7052-3416), 32, 432, 1432 (números pertencentes a uma 6143-2507).

Quando os modos tais como o lídio e o dórico são escritos utilizando as armaduras eles são chamados de modos transpostos.

7052-3416s são aquelas seqüências de oito tonalidades que vão dos 7Fs (Dós Bemóis Maiores ou Lás Bemóis Menores) aos 6Ss (Fás Sustenidos Maiores ou Rés Sustenidos Menores). Aí está uma lista dessas oito tonalidades:

7Fs: Dós Bemóis Maiores ou Lás Bemóis Menores;
0As: Dós Maiores ou Lás Menores;
5Fs: Rés Bemóis Maiores ou Sis Bemóis Menores;
2Ss: Rés Maiores ou Sis Menores;
3Fs: Mis Bemóis Maiores ou Dós Menores;
4Ss: Mis Maiores ou Dós Sustenidos Menores;
1Fs: Fás Maiores ou Rés Menores;
6Ss: Fás Sustenidos Maiores ou Rés Sustenidos Menores.

6143-2507s são aquelas seqüências de oito tonalidades que vão dos 6Fs (Sóis Bemóis Maiores ou Mis Bemóis Menores) aos 7Ss (Dós Sustenidos Maiores ou Lás Sustenidos Menores). Aí está uma lista dessas oito tonalidades:

6Fs: Sóis Bemóis Maiores ou Mis Bemóis Menores;
1Ss: Sóis Maiores ou Mis Menores;
4Fs: Lás Bemóis Maiores ou Fás Menores;
3Ss: Lás Maiores ou Fás Sustenidos Menores;
2Fs: Sis Bemóis Maiores ou Sóis Menores;
5Ss: Sis Maiores ou Sóis Sustenidos Menores;
0As: Dós Maiores ou Lás Menores;
7Ss: Dós Sustenidos Maiores ou Lás Sustenidos Menores.

A única tonalidade (ou armadura) a qual se encontra nestas duas seqüências é o Dó Maior ou o Lá Menor.

Uma lista destas tonalidades duma 7052-3416 feminina:

7Fs femininos;
0As femininos;
5Fs femininos;
2Ss femininos;
3Fs femininos;
4Ss femininos;
1Fs femininos;
6Ss femininos.

Uma lista destas tonalidades duma 6143-2507 feminina:

6Fs femininos;
1Ss femininos;
4Fs femininos;
3Ss femininos;
2Fs femininos;
5Ss femininos;
0As femininos;
7Ss femininos.

Uma lista destas tonalidades duma 7052-3416 masculina:

7Fs masculinos;
0As masculinos;
5Fs masculinos;
2Ss masculinos;
3Fs masculinos;
4Ss masculinos;
1Fs masculinos;
6Ss masculinos.

Uma lista destas tonalidades duma 6143-2507 masculina:

6Fs masculinos;
1Ss masculinos;
4Fs masculinos;
3Ss masculinos;
2Fs masculinos;
5Ss masculinos;
0As masculinos;
7Ss masculinos.

Músicas com armaduras enarmônicas numa 7052-3416:

1) 70, 05, 52 e 16;
2) 705, 052, 523 e 416;
3) 7052, 0523, 5234 e 3416.

Músicas com armaduras enarmônicas numa 6143-2507:

1) 61, 25, 50 e 07;
2) 614, 325, 250 e 507;
3) 6143, 4325, 3250 e 2507.
  

ARMADURA é o nome que se dá aos acidentes colocados ao lado da clave na pauta musical, indicando que as notas correspondentes à localização na pauta onde a armadura foi escrita, devem ser tocadas de maneira consistente um semitom acima ou abaixo de seu valor natural, (por exemplo, as notas brancas do piano) conforme se usem sustenidos ou bemóis, respectivamente, na armadura . A armadura geralmente é escrita imediatamente após a clave no início da pauta musical embora possa aparecer em outro local da partitura, especialmente após um compasso iniciado por uma barra dupla. O plural de ARMADURA é ARMADURAS.

Relação entre a armadura e a tonalidade

A armadura da clave e a tonalidade são objetos diferentes: a armadura da clave é tão somente um recurso de notação. Ela é conveniente, principalmente para a música diatônica ou tonal. Algumas peças que mudam a tonalidade (modulam) inserem uma nova armadura na pauta enquanto que outras usam acidentes: sinais de bequadro para neutralizar a armadura e outros sustenidos e bemóis para a nova tonalidade.

Para um dado modo a armadura define a escala diatônica que a obra musical usa. A maioria das escalas necessitam que algumas notas sejam consistentemente modificadas por sustenidos ou bemóis. Por exemplo na tonalidade de Sol Maior a nota que define o tom é o Fá Sustenido. Portanto a armadura associada à tonalidade de Sol Maior é a armadura com um sustenido. No entanto, o fato de se ter uma armadura com um sustenido não garante que a tonalidade da obra seja Sol Maior. Muitos outros fatores determinam a tonalidade de uma peça. Isto é particularmente certo com relação aos tons menores. A famosa Tocata e Fuga em Ré Menor, BWV 538 (Tocata e Fuga Dórica) de Bach, é assim chamada porque, embora seja em Ré menor, não possui armadura, implicando que é em Ré Dórico. No lugar da armadura, as notas Sis Bemóis necessárias para a tonalidade de Ré Menor são escritas com acidentes tantos vezes quantas forem necessárias necessários.

Duas tonalidades que compartilham a mesma armadura são chamadas de tonalidades relativas.

Duas tonalidades que utilizam números de dois a quatro algarismos dessas 70523416s e dessas 61432507s são chamadas de tonalidades seqüenciais e/ou próximas, por exemplo: 23, 234, 2341 (números pertencentes a uma 7052-3416), 32, 432, 1432 (números pertencentes a uma 6143-2507).

Quando os modos tais como o lídio e o dórico são escritos utilizando as armaduras eles são chamados de modos transpostos.

70523416s são aquelas seqüências de oito tonalidades que vão dos 7Fs (Dós Bemóis Maiores ou Lás Bemóis Menores) aos 6Ss (Fás Sustenidos Maiores ou Rés Sustenidos Menores). Aí está uma lista dessas oito tonalidades:

7Fs: Dós Bemóis Maiores ou Lás Bemóis Menores;
0As: Dós Maiores ou Lás Menores;
5Fs: Rés Bemóis Maiores ou Sis Bemóis Menores;
2Ss: Rés Maiores ou Sis Menores;
3Fs: Mis Bemóis Maiores ou Dós Menores;
4Ss: Mis Maiores ou Dós Sustenidos Menores;
1Fs: Fás Maiores ou Rés Menores;
6Ss: Fás Sustenidos Maiores ou Rés Sustenidos Menores.

61432507s são aquelas seqüências de oito tonalidades que vão dos 6Fs (Sóis Bemóis Maiores ou Mis Bemóis Menores) aos 7Ss (Dós Sustenidos Maiores ou Lás Sustenidos Menores). Aí está uma lista dessas oito tonalidades:

6Fs: Sóis Bemóis Maiores ou Mis Bemóis Menores;
1Ss: Sóis Maiores ou Mis Menores;
4Fs: Lás Bemóis Maiores ou Fás Menores;
3Ss: Lás Maiores ou Fás Sustenidos Menores;
2Fs: Sis Bemóis Maiores ou Sóis Menores;
5Ss: Sis Maiores ou Sóis Sustenidos Menores;
0As: Dós Maiores ou Lás Menores;
7Ss: Dós Sustenidos Maiores ou Lás Sustenidos Menores.

A única tonalidade (ou armadura) a qual se encontra nestas duas seqüências é o Dó Maior ou o Lá Menor.

Uma lista destas tonalidades duma 70523416 Feminina:

7Fs Femininos;
0As Femininos;
5Fs Femininos;
2Ss Femininos;
3Fs Femininos;
4Ss Femininos;
1Fs Femininos;
6Ss Femininos.

Uma lista destas tonalidades duma 61432507 Feminina:

6Fs Femininos;
1Ss Femininos;
4Fs Femininos;
3Ss Femininos;
2Fs Femininos;
5Ss Femininos;
0As Femininos;
7Ss Femininos.

Uma lista destas tonalidades duma 70523416 Masculina:

7Fs Masculinos;
0As Masculinos;
5Fs Masculinos;
2Ss Masculinos;
3Fs Masculinos;
4Ss Masculinos;
1Fs Masculinos;
6Ss Masculinos.

Uma lista destas tonalidades duma 61432507 Masculina:

6Fs Masculinos;
1Ss Masculinos;
4Fs Masculinos;
3Ss Masculinos;
2Fs Masculinos;
5Ss Masculinos;
0As Masculinos;
7Ss Masculinos.

Músicas com armaduras enarmônicas numa 70523416:

1) 70, 05, 52 e 16;
2) 705, 052, 523 e 416;
3) 7052, 0523, 5234 e 3416.

Músicas com armaduras enarmônicas numa 61432507:

1) 61, 25, 50 e 07;
2) 614, 325, 250 e 507;
3) 6143, 4325, 3250 e 2507.
  


ARMADURA é o nome que se dá aos acidentes colocados ao lado da clave na pauta musical, indicando que as notas correspondentes à localização na pauta onde a armadura foi escrita, devem ser tocadas de maneira consistente um semitom acima ou abaixo de seu valor natural, (por exemplo, as notas brancas do piano) conforme se usem sustenidos ou bemóis, respectivamente, na armadura . A armadura geralmente é escrita imediatamente após a claveno início da pauta musical embora possa aparecer em outro local da partitura, especialmente após um compasso iniciado por uma barra dupla. O plural de ARMADURA é ARMADURAS.

Relação entre a armadura e a tonalidade

A armadura da clave e a tonalidade são objetos diferentes: a armadura da clave é tão somente um recurso de notação. Ela é conveniente, principalmente para a música diatônica ou tonal. Algumas peças que mudam a tonalidade (modulam) inserem uma nova armadura na pauta enquanto que outras usam acidentes: sinais de bequadro para neutralizar a armadura e outros sustenidos e bemóis para a nova tonalidade.

Para um dado modo a armadura define a escala diatônica que a obra musical usa. A maioria das escalas necessitam que algumas notas sejam consistentemente modificadas por sustenidos ou bemóis. Por exemplo na tonalidade de Sol Maior a nota que define o tom é o Fá Sustenido. Portanto a armadura associada à tonalidade de Sol Maior é a armadura com um sustenido. No entanto, o fato de se ter uma armadura com um sustenido não garante que a tonalidade da obra seja Sóis Maiores. Muitos outros fatores determinam a tonalidade de uma peça. Isto é particularmente certo com relação aos tons menores. A famosa Tocata e Fuga em Ré Menor, BWV 538 (Tocata e Fuga Dórica) de Bach, é assim chamada porque, embora seja em Ré menor, não possui armadura, implicando que é em Ré Dórico. No lugar da armadura, as notas Sis Bemóis necessárias para a tonalidade de Ré Menor são escritas com acidentes tantos vezes quantas forem necessárias necessários.

Duas tonalidades que compartilham a mesma armadura são chamadas de tonalidades relativas.

Duas tonalidades que utilizam números de dois a quatro algarismos dessas 7052-3416s e dessas 6143-2507s são chamadas de tonalidades seqüenciais e/ou próximas, por exemplo: 23, 234, 2341 (números pertencentes a uma 7052-3416), 32, 432, 1432 (números pertencentes a uma 6143-2507).

Quando os modos tais como o lídio e o dórico são escritos utilizando as armaduras eles são chamados de modos transpostos.

7052-3416s são aquelas seqüências de oito tonalidades que vão dos 7Fs (Dós Bemóis Maiores ou Lás Bemóis Menores) aos 6Ss (Fás Sustenidos Maiores ou Rés Sustenidos Menores). Aí está uma lista dessas oito tonalidades:

7Fs: Dós Bemóis Maiores ou Lás Bemóis Menores;
0As: Dós Maiores ou Lás Menores;
5Fs: Rés Bemóis Maiores ou Sis Bemóis Menores;
2Ss: Rés Maiores ou Sis Menores;
3Fs: Mis Bemóis Maiores ou Dós Menores;
4Ss: Mis Maiores ou Dós Sustenidos Menores;
1Fs: Fás Maiores ou Rés Menores;
6Ss: Fás Sustenidos Maiores ou Rés Sustenidos Menores.

6143-2507s são aquelas seqüências de oito tonalidades que vão dos 6Fs (Sóis Bemóis Maiores ou Mis Bemóis Menores) aos 7Ss (Dós Sustenidos Maiores ou Lás Sustenidos Menores). Aí está uma lista dessas oito tonalidades:

6Fs: Sóis Bemóis Maiores ou Mis Bemóis Menores;
1Ss: Sóis Maiores ou Mis Menores;
4Fs: Lás Bemóis Maiores ou Fás Menores;
3Ss: Lás Maiores ou Fás Sustenidos Menores;
2Fs: Sis Bemóis Maiores ou Sóis Menores;
5Ss: Sis Maiores ou Sóis Sustenidos Menores;
0As: Dós Maiores ou Lás Menores;
7Ss: Dós Sustenidos Maiores ou Lás Sustenidos Menores.

A única tonalidade (ou armadura) a qual se encontra nestas duas seqüências é o Dó Maior ou o Lá Menor.

Uma lista destas tonalidades duma 7052-3416 feminina:

7Fs femininos;
0As femininos;
5Fs femininos;
2Ss femininos;
3Fs femininos;
4Ss femininos;
1Fs femininos;
6Ss femininos.

Uma lista destas tonalidades duma 6143-2507 feminina:

6Fs femininos;
1Ss femininos;
4Fs femininos;
3Ss femininos;
2Fs femininos;
5Ss femininos;
0As femininos;
7Ss femininos.

Uma lista destas tonalidades duma 7052-3416 masculina:

7Fs masculinos;
0As masculinos;
5Fs masculinos;
2Ss masculinos;
3Fs masculinos;
4Ss masculinos;
1Fs masculinos;
6Ss masculinos.

Uma lista destas tonalidades duma 6143-2507 masculina:

6Fs masculinos;
1Ss masculinos;
4Fs masculinos;
3Ss masculinos;
2Fs masculinos;
5Ss masculinos;
0As masculinos;
7Ss masculinos.

Músicas com armaduras enarmônicas numa 7052-3416:

1) 70, 05, 52 e 16;
2) 705, 052, 523 e 416;
3) 7052, 0523, 5234 e 3416.

Músicas com armaduras enarmônicas numa 6143-2507:

1) 61, 25, 50 e 07;
2) 614, 325, 250 e 507;
3) 6143, 4325, 3250 e 2507.
  

ARMADURA é o nome que se dá aos acidentes colocados ao lado da clave na pauta musical, indicando que as melonotas correspondentes à localização na pauta onde a armadura foi escrita, devem ser tocadas de maneira consistente um semitom acima ou abaixo de seu valor natural, (por exemplo, as melonotas brancas do piano) conforme se usem sustenidos ou bemóis, respectivamente, na armadura . A armadura geralmente é escrita imediatamente após a clave no início da pauta musical embora possa aparecer em outro local da partitura, especialmente após um compasso iniciado por uma barra dupla. O plural de ARMADURA é ARMADURAS.

Relação entre a armadura e a tonalidade

A armadura clávica e a tonalidade são objetos diferentes: a armadura clávica é tão somente um recurso de melonotação. Ela é conveniente, principalmente para a música diatônica ou tonal. Algumas peças que mudam a tonalidade (modulam) inserem uma nova armadura na pauta enquanto que outras usam acidentes: sinais de bequadro para neutralizar a armadura e outros sustenidos e bemóis para a nova tonalidade.

Para um dado modo a armadura define a escala diatônica que a obra musical usa. A maioria das escalas necessitam que algumas melonotas sejam consistentemente modificadas por sustenidos ou bemóis. Por exemplo na tonalidade de Sol Maior a melonota que define o tom é o Fá Sustenido. Portanto a armadura associada à tonalidade de Sol Maior é a armadura com um sustenido. No entanto, o fato de se ter uma armadura com um sustenido não garante que a tonalidade da obra seja Sol Maior. Muitos outros fatores determinam a tonalidade de uma peça. Isto é particularmente certo com relação aos tons menores. A famosa Tocata e Fuga em Ré Menor, BWV 538 (Tocata e Fuga Dórica) de Bach, é assim chamada porque, embora seja em Ré Menor, não possui armadura, implicando que é em Ré Dórico. No lugar da armadura, as melonotas Sis Bemóis necessárias para a tonalidade de Ré Menor são escritas com acidentes tantos vezes quantas forem necessárias necessários.

Duas tonalidades que compartilham a mesma armadura são chamadas de tonalidades relativas.

Duas tonalidades que utilizam números de dois a quatro algarismos dessas 7052-3416s e dessas 6143-2507s são chamadas de tonalidades seqüenciais e/ou próximas, por exemplo: 23, 234, 2341 (números pertencentes a uma 7052-3416), 32, 432, 1432 (números pertencentes a uma 6143-2507).

Quando os modos tais como o lídio e o dórico são escritos utilizando as armaduras eles são chamados de modos transpostos.

7052-3416s são aquelas seqüências de oito tonalidades que vão dos 7Fs (Dós Bemóis Maiores ou Lás Bemóis Menores) aos 6Ss (Fás Sustenidos Maiores ou Rés Sustenidos Menores). Aí está uma lista dessas oito tonalidades:

7Fs (Sete-Efes): Dós Bemóis Maiores ou Lás Bemóis Menores;
0As (Zero-Ás): Dós Maiores ou Lás Menores;
5Fs (Cinco-Efes): Rés Bemóis Maiores ou Sis Bemóis Menores;
2Ss (Dois-Esses): Rés Maiores ou Sis Menores;
3Fs (Três-Efes): Mis Bemóis Maiores ou Dós Menores;
4Ss (Quatro-Esses): Mis Maiores ou Dós Sustenidos Menores;
1Fs (Um-Efes): Fás Maiores ou Rés Menores;
6Ss (Seis-Esses): Fás Sustenidos Maiores ou Rés Sustenidos Menores.

6143-2507s são aquelas seqüências de oito tonalidades que vão dos 6Fs (Sóis Bemóis Maiores ou Mis Bemóis Menores) aos 7Ss (Dós Sustenidos Maiores ou Lás Sustenidos Menores). Aí está uma lista dessas oito tonalidades:

6Fs (Seis-Efes): Sóis Bemóis Maiores ou Mis Bemóis Menores;
1Ss (Um-Esses): Sóis Maiores ou Mis Menores;
4Fs (Quatro-Efes): Lás Bemóis Maiores ou Fás Menores;
3Ss (Três-Esses): Lás Maiores ou Fás Sustenidos Menores;
2Fs (Dois-Efes): Sis Bemóis Maiores ou Sóis Menores;
5Ss (Cinco-Esses): Sis Maiores ou Sóis Sustenidos Menores;
0As (Zero-Ás): Dós Maiores ou Lás Menores;
7Ss (Sete-Esses): Dós Sustenidos Maiores ou Lás Sustenidos Menores.

A única tonalidade (ou armadura) a qual se encontra nestas duas seqüências é o Dó Maior ou o Lá Menor.

Uma lista destas tonalidades duma 7052-3416 feminina:

7Fs femininos;
0As femininos;
5Fs femininos;
2Ss femininos;
3Fs femininos;
4Ss femininos;
1Fs femininos;
6Ss femininos.

Uma lista destas tonalidades duma 6143-2507 feminina:

6Fs femininos;
1Ss femininos;
4Fs femininos;
3Ss femininos;
2Fs femininos;
5Ss femininos;
0As femininos;
7Ss femininos.

Uma lista destas tonalidades duma 7052-3416 masculina:

7Fs masculinos;
0As masculinos;
5Fs masculinos;
2Ss masculinos;
3Fs masculinos;
4Ss masculinos;
1Fs masculinos;
6Ss masculinos.

Uma lista destas tonalidades duma 6143-2507 masculina:

6Fs masculinos;
1Ss masculinos;
4Fs masculinos;
3Ss masculinos;
2Fs masculinos;
5Ss masculinos;
0As masculinos;
7Ss masculinos.

Músicas com armaduras enarmônicas numa 7052-3416:

1) 70, 05, 52 e 16;
2) 705, 052, 523 e 416;
3) 7052, 0523, 5234 e 3416.

Músicas com armaduras enarmônicas numa 6143-2507:

1) 61, 25, 50 e 07;
2) 614, 325, 250 e 507;
3) 6143, 4325, 3250 e 2507.
  

Outras informações sobre Armadura:

Palavras com 8 Letras
A Palavra Armadura possui 8 Letras
A Palavra Armadura possui 4 vogais - a a u a
A Palavra Armadura possui 4 consoantes - rm d r
A Palavra Armadura ao contrário: Arudamra
Busca reversa Onomasiológica por Armadura

1 página - 6 Definições